O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


sexta-feira, 23 de julho de 2010

Dilma Rousseff se diz favorável a união civil, mas se compromete com evangélicos a não mexer um dedo para que isto ocorra se for eleita presidente



Na própria página em campanha da Dilma Rousseff - Os Amigos da Presidente Dilma - traz o anúncio do compromisso da candidata com os evangélicos, que receberá no sábado, 24, em Brasília, o apoio formal dos representantes das principais igrejas evangélicas do país.

Consta no blog 'Os Amigos da Presidente Dilma':
"Dilma recebe apoio de 15 igrejas evangélicas
22 de julho de 2010

A candidata Dilma Rousseff, receberá no sábado, 24, em Brasília, o apoio formal dos representantes das principais igrejas evangélicas do país. O deputado Pastor Manoel Ferreira (PR-RJ) reunirá representantes de 15 denominações - apenas a Assembleia de Deus, Ministério Madureira, presidido por Ferreira, conta com seis milhões de seguidores, segundo ele. Será a primeira reunião do grupo com Dilma após o início da campanha presidencial. Durante a pré-campanha, Dilma já havia participado de um culto da Assembleia de Deus em São Paulo.

De acordo com a Pastora Eloá, que participa do mesmo Ministério de Pastor Ferreira, a decisão de apoiar Dilma foi tomada porque ela representa a continuidade do governo Lula. "O presidente Lula foi bastante comprometido com o nosso segmento. Acreditamos que Dilma também terá o mesmo tipo de relação conosco", completou Eloá.

Segundo ela, uma das principais ações do governo aconteceu durante as votações do Código Civil, quando alguns setores parlamentares tentaram transformar o Estatuto de funcionamento das Igrejas em Associações, o que, segundo elas, modificaria a atuação dos evangélicos. "Isso tiraria a nossa liberdade de culto. Não somos uma associação, somos baseados em princípios teocráticos", completou a Pastora.

Segundo Eloá, o evento de sábado não será um culto, e sim, um ato político de apoio à petista. Ela lembrou que, ainda durante a pré-campanha, Dilma reuniu-se com o pastor Manoel Ferreira e assumiu alguns compromissos com o setor. "Ela nos assegurou que, durante o seu governo, não partiria do Executivo iniciativas propondo a união civil dos homossexuais e a legalização do aborto no país", afirmou.

A pastora disse que os pedidos não significam qualquer tipo de preconceito com os homossexuais, lembrando que cada um tem o direito de escolher sua opção sexual. "Mas nós também temos o direito de lutar contra algo que não concordamos, como a possibilidade de sermos obrigados a realizar casamentos homossexuais em nossas igrejas"", completou.

Pelos cálculos da pastora, os evangélicos representariam entre 33% a 35% da população brasileira, embora os censos recentes restrinjam esse percentual a 26%. Eloá acredita que as eleições de outubro trarão um aumento na bancada evangélica do Congresso. Apenas a Assembleia de Deus Ministério Madureira, da qual Eloá e Manoel Ferreira fazem parte, conta com 12 deputados federais.

Na sexta à noite, Dilma estará no Festival de Inverno de Garanhuns, em Pernambuco. O Pesidente Lula estará no mesmo evento. Diferentemente da última sexta, quando participou de comício na Cinelândia ao lado da candidata petista, Lula estará em Garanhuns em um evento oficial como presidente da República. Segundo o PT, isso não representa crime eleitoral. Dilma pode participar de eventos ao lado do presidente, desde que o ato não seja transformado em um comício, com pedidos formais de votos ou uso da máquina pública para beneficiar candidaturas eleitorais."
Vocês entenderam o que isto significa?

Existe alguma contradição nesta informação com o fato da Dilma se dizer a favor do aborto e da união civil de homossexuais, desde que não seja casamento?

Não!

Dilma rifou os direitos dos homossexuais para quem lhe desse mais votos, no caso, os evangélicos.

O fato da candidata Dilma Rousseff se dizer “favorável” não significa que está se comprometendo, como campanha de governo, ‘a lutar’ pelos direitos da mulher ao aborto ou ‘batalhar’ para que se concretize a união estável homossexual.

Se afirmar favorável não é compromisso de agir, na qualidade de presidente, para esta finalidade. Portanto, não há qualquer contradição e os evangélicos sabem disto. Afinal, se algum compromisso existiu, este foi o único e com eles, evangélicos.
/
Na realidade, pelo que se confirma na própria página dos amigos da “presidente” Dilma, ela se comprometeu com os evangélicos a NÃO FAZER NADA, enquanto presidente da república, para que a união civil homossexual ou aborto sejam reconhecidos como direitos. Do Poder Executivo não se mexerá uma palha sequer!
/
Tudo que poderia se esperar neste sentido do Poder Executivo que, a priori, deveria lutar pelos direitos e garantias constitucionais para os cidadãos brasileiros, NÃO SERÁ FEITO.
/
Se Presidente, Dilma não mobilizará sua bancada em favor dos gays, nem dará qualquer apoio para as entidades que lutam pelo reconhecimento da união estável homossexual. Não moverá um dedo sequer, segundo o compromisso firmado com evangélicos.

Pensou numa Presidente da República como Cristina Kirchner da Argentina?

Pensou errado.

Se Dilma for eleita será como Pilatos, lavará as mãos e deixará a discriminação correr solta, como os evangélicos desejam. Iniciativa para que isto não ocorra, não virá dela!

Aos desavisados esclareço: não faço campanha contra ninguém. Minha esperança é que todos os candidatos mudem suas posturas e apoiem a luta pelo direito de tratamento igualitário dos lgbts no Brasil, por justiça e respeito a Constituição Federal. Não precisam sequer gostar das lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

fonte:
foto:

9 comentários:

James Figueiredo disse...

Nossa, MUITO enojado com isso. MUITO de saco cheio dessa cambada religiosa que finge não saber a diferença entre casamento civil e religioso. MUITO asco dos políticos rifando (EXCELENTE escolha de palavras, Carlos) nossos direitos civis básicos em troca do apoio dessa corja.

Como diz Cristopher Hitchens, "a religião envenena tudo". Que merda...

Um abraço,
J.

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

James,

E eu conheço gente no Movimento LGBT que ainda tem audácia de dizer que "só a política salva!".

Incrível como política e religião, ainda hoje, é uma mistura só.

Abs,
Carlos Alexandre

Dhulya disse...

Se isso for verdade,que ela fez um compromisso com os evangelicos eu apoio ela concerteza.Deus fez o homem e a mulher para ficarem juntos,não homem com homem e mulher com mulher.

Anônimo disse...

Então Dhulya já que o homem foi feito para a mulher os solteiros por opção estão pecando.
E aposto q você é uma delas.
Então se você se casar com seu pai, estara dentro da "lei de Deus" pq já que vc afirma que Deus fez o homem para a mulher

Eunezio disse...

Isso e coisa dos infernos diabolica DEUS fez homem e mulher e não essa aberração que querem fazer lei enviados do inferno.

Anônimo disse...

A Bíblia diz: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse
mulher, ambos praticaram coisa abominável" (Levítico 20.13). "Deus entregou
tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para
desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em
mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é
bendito eternamente. Amém! Por causa disso, os entregou Deus a paixões
infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações
íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também,
deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua
sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si
mesmos, a merecida punição do seu erro." (Romanos 2.24-27)

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

Dhulya,

Nome diferente o seu...

Mas aqui os diferentes são respeitados.

Cada um é livre para votar em quem acha que lhe representa. Dilma lhe representa? Sorte sua!

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

Eunezio,

Este blog é de Deus. Sei que você é evangélico e como a maioria de vocês, adoram falar coisas diabólicas. Por gentileza, deixe esse palavreado baixo fora daqui e as utilize nos seus espaços religiosos.

Obrigado.

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

Anônimo,

Acho que devo lhe avisar que talvez os LGBTs conheçam até melhor que você o trecho da bíblia que transcreveu. Aqui não discutimos a bíblia... Aqui é um espaço LAICO. Se quiser falar da Constituição sinta-se a vontade.
Existem blogs de evangélicos gays, se quiser lhe passo o link.

Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin