O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


sábado, 27 de fevereiro de 2010

Maria Berenice Dias: "Mais uma vez a justiça não se curva à omissão do legislador e ... faz Justiça!"

.

Maria Berenice Dias - esse é o nome da inigualável advogada especializada em Direito Homoafetivo, mas igualmente em Direito das Famílias e Sucessões, a qual também exerce a Vice-Presidência Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM e, até pouco tempo, era Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, conhecida no meio jurídico pelos seus brilhantes julgamentos.

Em minha opinião, caso necessitasse de uma advogada, envolvendo tais questões, seria ela que desejaria me representando. Não conseguiria imaginar uma que fosse mais competente.
.
Mas sua qualidade não se restringe ao mundo jurídico, como cidadã é igualmente uma pessoa expoente, tentando sempre contribuir para a conscientização da sociedade. Como ela mesma diz, “as novidades acontecem e é preciso divulgá-las. Não há outra forma de construir uma nova consciência social”.
.
Motivo pelo qual sugiro, com ênfase, a leitura de seus sites, sempre cheio de informações extremamente importantes para os cidadãos LGBTs:

3 comentários:

Tolerância Zero disse...

É o que eu digo, as pessoas estão sempre dizendo que nao estão "acostumadas" a ver duas pessoas do mesmo sexo juntos, se não estão acostumadas é por que falta exposição, apartir do momento que todos deixarem de se privar de um carinho em público, a globo começar a mostra beijo gay, como é realmente, irão se acostumar... Não temos que deixar de fazer por que as pessoas não sao acostumadas, temos de acostuma-las, não temos que respeita-las e não fazer, elas é que devem respeitar e aceitar... e ficarem caladas!!!!

mario disse...

Concordo com o Tolerância Zero e fui visitar o site indicado, realmente ótimo, apesar do juridiquês.

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

Tolerância Zero,
Escrevi recentemente um artigo sobre demonstração pública de afeto LGBT que deve ser publicado no MIG - site do Uol. O Beijo Gay é algo que não deve ser motivo de vergonha ou intimidação. É um direito beijar o parceiro da mesma forma que um casal heterossexual.

Mário, Dra. Maria Berenice e a instituição do Ministério Público Federal para os LGBTs são de inestimável valor e importância.

Abs,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin