O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


sexta-feira, 25 de junho de 2010

Desdobramentos do assassinato do jovem Alexandre Thomé Ivo Rojão


Aos poucos os fatos que culminaram no brutal assassinato de Alexandre Thomé Ivo Rojão vão se revelando.

Conforme entrevista da mãe de Alexandre, D. Angélica, fica claro que seu filho estava num churrasco com amigos e que uma menina teria dito ser agredida por Jailson, um amigo de Alexandre, e que tal menina teria ligado para o primo (um dos acusados) que foi acompanhado pelos demais acusados a tal festa, partindo para a briga com o referido amigo de Alexandre.

Alexandre e o amigo foram à delegacia para registrar a ocorrência de tal agressão e, a partir daí todos sabemos o que ocorreu.

Segundo D. Angélica, a mãe de Alexandre, a menina foi a grande propulsora para o trágico fim que teve seu filho, nas mãos dos acusados:

Assista o vídeo abaixo toda entrevista D. Angélica, mãe de Alexandre, esclarecimentos da polícia e as alegações da advogado dos acusados:




O site “São Gonçalo On Line” revela que em depoimento prestado a delegacia, um dos acusados, Allan, sugeriu que o assassinato poderia ter sido praticado por Eric, afirmando que “Talvez ele tenha só tentado dar um pau nele e exagerou na dose”, relatou Allan, no depoimento:

"Em mais um desdobramento do crime que chocou São Gonçalo, o eletricista Allan Siqueira de Freitas, 22 anos, um dos suspeitos de ter assassinado o jovem Alexandre Thomé Ivo Rajão, 14 anos, tentou, em seu depoimento à polícia - ao qual O SÃO GONÇALO teve acesso, com exclusividade - incriminar o brigadista Eric Boa Hora De Bruim, 22 anos. Após confessar ter sido simpatizante do grupo skinhead na adolescência, e ter acompanhado a ideologia do grupo na internet, Allan contou aos policiais que o brigadista não tolerava os amigos de sua prima Meriam Chistyanne, dona da residência onde foi realizada a festa, que antecedeu o crime. Segundo o depoente, Eric não tolerava os amigos homossexuais da sua prima: “Eu acho que pode ter sido o Eric!(...)” “Talvez ele tenha só tentado dar um pau nele e exagerou na dose”, relatou Allan, no depoimento.

Eric, assim como o açougueiro André Luiz Marcoge da Cruz Souza, 23, negou a participação no crime. O brigadista disse, em depoimento, que estava em casa na hora que ocorreu o crime".

A advogada dos acusados está tentando se valer da ausência da prova “real”, ou seja, a prova concreta que os acusados teriam praticado o crime, pois todos os fatos são meramente circunstanciais e também baseados num telefonema anônimo do disque denúncia.

Segundo consta no site Mundo Mais:

“Na manhã desta quinta-feira, 24, familiares, amigos e a advogada dos acusados estiveram na delegacia para protestar contra a prisão. Segundo a advogada Kelli Vanessa, o eletricista Allan Freitas só foi tirar satisfações com a vítima porque sua irmã estava envolvida na discussão durante a festa.

Ela alegou também que o cliente não tinha participação com grupos neonazistas ou de
skinheads. “Ele disse que simpatizou quando adolescente com a filosofia skinhead, mas que foi uma coisa de adolescente”, disse a advogada. Sobre a denúncia que acusa os três suspeitos, a advogada disse que partiu de um “jovem com problemas psicológicos”.”

É importante que quem conheça os fatos ou já tenha sofrido nas mãos desses skinheads denuncie a polícia o que souber. Hoje existe serviço de proteção a testemunha e é muito importante colaborar para que a justiça seja realmente feita.

Há referências na internet que a mãe de Alexandre, a princípio, teria negado que a orientação sexual do filho fosse homossexual. No entanto, o que se viu na sua entrevista no RJTV exibido no dia do sepultamento e no vídeo acima reproduzido não leva a esta conclusão. D. Angélica, tanto num quanto no outro, declarou que independia a orientação sexual do filho para que se fizesse justiça. Aliás, ressaltou que a orientação sexual era questão privada do filho.

Dentro do Movimento LGBT há informação que Alexandre participava ativamente pelos direitos LGBTs, inclusive, apesar da pouca idade, era integrante do grupo organizador da parada de São Gonçalo. Tem lógica, considerando que Alexandre e seu amigo foram a delegacia registrar ocorrência de agressão homofóbica sofrida por este.

O aludido grupo que Alexandre fazia parte, soltou uma nota, a qual parcialmente reproduzo:

MAIS UM GAY É ASSASSINADO EM SÃO GONÇALO VÍTIMA DA HOMOFOBIA!

O Grupo Gay Atitude amanheceu hoje com um companheiro a menos, triste com mais um episódio que se repete a cada dois dias em qualquer lugar deste pais. Na última segunda feira foi assassinado o jovem " Alexandre Ivo" companheiro de nosso grupo e colaborador da organização da Parada Gay 2010. ALÊ como era conhecido, foi espancado, vítima de terríveis atos de crueldade ... Em 2007 o grupo denunciou pela 2 vez a Polícia Civil ao Ministério Público- RJ, um material extraído do site de relacionamentos Orkut, contendo dezenas de comunidades contendo apologia fascista, orientando como abordar e agredir gays. " Não há dúvidas que a diversidade sexual vem sendo ameaçada na 2 maior cidade do Estado, é nessas horas que mostramos para a sociedade o nosso real compromisso em defesa da liberdade e dos direitos humanos. Não daremos trégua há quem quer que seja, enquanto estes monstros não forem identificados e punidos, exigimos que as autoridades cumpram o seu papel, definindo rigor neste triste caso" declarou Alexandre Costa, presidente Grupo LGBT Atitude. O crime chocou a cidade e por conta disso, um ato pela justiça, contra a homofobia e pela implantação da Delegacia Especializada LGBT será realizado neste domingo (27) a partir das 15 horas nas imediações da Praça Zé Garoto, no Centro. Uma bandeira preta de 30 metros será fixada nas grades da tradicional praça, havendo distribuição de fitas simbolizando luto pelo ocorrido. A manifestação contará com a presença de diversos líderes do movimento além de autoridades. Contamos desde já com a presença de todos para este importante ato em defesa da vida e contra qualquer forma de intolerância.

Grupo LGBT Atitude São Gonçalo-RJ
7861-7440 /ID: 83* 65215 /8428-9590
E-mail; ggasg@ig.com.br


O Grupo E-Jovem foi um dos primeiros a reagir e se pronunciar publicamente. Em nota encaminou protesto intitulado “Estão matando nossos jovens gays!”, lembrando que às vésperas da comemoração do Dia do Orgulho LGBT, a homofobia mata barbaramente um adolescente de 14 anos, encerrando a referida nota lembrando uma triste concidência: “A próxima segunda, 28, será o Dia do Orgulho LGBT. Será também o sétimo dia da morte do Ilê.”

A Presidente do Grupo Arco-Íris do Rio de Janeiro, Gilza Rodrigues, também imediatamente se comunicou com o detetive responsável pelo caso pedindo providências. No mesmo sentido se deu na reunião ocorrida do Conselho Estadual do RJ que luta pelos direitos LGBTs, tendo a SUPERDIR do Governo do Estado do Rio de Janeiro (órgão responsável no Governo do Estado pelos direitos LGBTs) já declarado que acompanhará todo processo de perto.

Da mesma forma, nosso decano do MLGBT, Luiz Mott, do Grupo Gay Bahia, mesmo estando na Colômbia, soube dos fatos e, por correspondência, solicitou a mobilização do Movimento.
/
Toni Reis, Presidente a ABGLT – Associação Brasileira de Gays, Lésbica, Bissexuais e Trangêneros deve em breve se manifestar e engrossar os protestos pelos fatos ocorridos com o Alexandre.

Como muito bem lembrado pelo Grupo E-Jovem, em 28 de junho, dia internacional que se comemora a rebelião ocorrida no bar Stonewall, marco do movimento homossexual, será também o sétimo dia da morte de Alexandre.
/
É importante a mobilização. A morte de Alexandre e o sofrimento de sua mãe não podem ser em vão. Alguma lição deve ser tomada de toda esta tragédia.
/
Mobilize-se, insurja-se sobre esta monstruosidade no orkut, facebook, blog, twitter ou qualquer outro meio que você possa utilizar.
/
Fontes:

6 comentários:

Rosangela disse...

O meu filho de 16 anos, ja foi seguido por esses mesmo rapazes, e uma vez num bar em São Gonçalo eles haviam acuado meu filho, mais um homem que o conhece não permitiu que eles o agredissem, e o trouxe para casa na mesma hora. O meu filho a cerca de um ano começou a seguir a ideologia punk, eu luto para que ele saia dessa onda, tenho fé que é apanas faze, sei a educação que dei ao Breno. Mas penso; poderia ser ele, poderia ser naquele dia! Eu não tenho preparo para lidar com um perda dessa, não mesmo!
E uma coisa muita absurda que aconteceu é que no dia do velório do Alexandre eles ainda ficaram rondando o cemitério! Eles são abusados ao extremo!

Didi disse...

Cheguei a seu blog enquanto procurava fotos e notícias sobre este crime antes de preparar post no meu a respeito do caso. Lá coloquei uma referência e link para o seu blog por conta da forma bem organizada que você colocou este caso, o que facilita para quem quer saber do assunto, bem como o conteúdo do blog em geral.
Pelo que se conta esses caras já aprontam faz tempo e precisou de um cadáver para que se chegasse a ele. É revoltante e cabe a mobilização par que a justiça seja feita.

Anônimo disse...

As testemunhas estão sendo ameaçadas.
http://www.jornalsg.com.br/site/polícia/2010/6/26/14099/na+mira+dos+skinheads

APÓIO O MOVIMENTO GAY disse...

Fiquei muito comovida com este fato ocorrido com um jovem d 14 anos, praticados por monstros que têm o dobro da idade dele. São covardes, pois só atuam em grupo contra uma única vítima e de madrugada, quando não havia ninguém para impedi-los. Esses denominados skinheads, não verdade, tem problemas sexuais, pois qual o motivo de perseguir homossexuais? Sem deboche,acho sinceramente que eles são homossexuais no mais profundo do ser. Mas não têm coragem de assumir e por isso perseguem as pessoas que têm esta coragem. Eu me pergunto se esses ratos de esgosto que mataram o jovem Alexandre conseguem levar uma vida normal, estudar, trabalhar depois de roubarem o futuro de um ser humano. Espero que fiquem muito tempo na cadeia e que para sempre sejam torturados com a imagem que eles mesmos criaram naquela madrugada. APOIO TOTALMENTE O MOVIMENTO DE VOCÊS. NÃO PODEREI ESTAR PESSOALMENTE, MAS TENHO ESCRITO EM VÁRIAS PÁGINAS DA INTERNETE DANDO MEU APOIO E PEDINDO JUSTIÇA PARA ESTE CASO. Ainda tem advogado que tem coragem de defender esses montros e achar injusto que estejam presas. Os familiares destes ratos têm uma parcela de culpa muito grande, pois criaram monstros e agora estão na porta da delegacia para defender os "coitadinhos". ISSO É EXTREMAMENTE REVOLTANTE. Fátima.

Anônimo disse...

Fiquei muito chocada ao ver a notícia do Alexandre Ivo, não o conhecia porém tinhamos vários amigo em comum, não defenderei os assassinois até pke quem sou eu para falar de uma situação que eu não estava lá para saber, porém eu quero que a Justiça seja feita e se não for feita na terra será feita por DEUS, só que eu acho que as notícias devem ser mais corretas pois as próprias pessoas da festa contam que o Alexandre Ivo não morreu pelo fato de ser Homosexual e sim por uma briga que teria ocorrido por uma garota exagerada que queria uma justiça que pelo que sabemos ela não fooi espancada e eu não duvido nada que em um show ou em uma micareta o caso seria bem pior, o Allan e o Eric nunca tiveram personalidade de assassinos muito pelo contrário porém acho que o assassinato devia ter sido evitado, mas tbm acho que a mídia deve conseguir informações corretas e não o que ouvem de qualquer uma até pke todo mundo está cansado de saber que eles não eram Skinheads e com essa "acusação" poderá prejudicar várias pessoas inclusive as famílias envolvidas, pois isso só está cada vez mais despertando a ira dos VERDADEIROS skinheads, como eu já disse não defendo ninguém pelo contrário acho que os skinheads devem pagar por cada vida que destruiram, mas ´foi feita ou será feita uma parada com uma causa que não é verdadeira ou pelo menos não foi provada que era então fazer a parada gay faça mais não pelo assassinato do Alexandre Ivo até que provem o contrário, os culpados pela confusão em nossas mentes não somos nós e sim a Mídia que nos influencia, então se é pra nos influenciar que nos influenciem de uma maneira verdadeira acima de tudo correta.
E A JUSTIÇA SERÁ FEITA.

Gabarron disse...

É o fim do mundo!! indignante que exista ainda pessoas como esses caras soltos no mundo, oferencendo risco a sociedade como um todo, sem amor e sem um pingo de coração ou sangue na veiz, não posso querer comparar um cara desse com um animal, pois os animais respeitam seu próximo! Sou homossexual sim, e dói demais ver uma mãe como a do menino passando por um sofrimento desse, enquanto um safado come e bebe na cadeia de graça, pois tudo é tirado de nossos impostos! deixo minha indignação, ta na hora de cada um viver a sua vida, ninguem é obrigado a gostar de nada, mas o respeito é o minimo que pode ser oferecido!!

DANIEL...


DANIEIS@HOTMAIL.COM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin