O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


quarta-feira, 30 de junho de 2010

A Senadora Fátima Cleide continua fazendo toda diferença no Senado Federal

/
Em Pronunciamento no plenário do Senado, em 29/06/2010, a Senadora Fátima Cleide pede aprovação de projeto que inclui a discriminação por orientação sexual na Lei da Criminalização do Racismo
/
Conforme matéria publicada na Agência Senado, ontem a senadora Fátima Cleide (PT-RO) lamentou o assassinato de Alexandre Thomé Ivo Rojão, de apenas 14 anos, morto a pauladas no Rio de Janeiro. Há indícios de que o homicídio, ocorrido na segunda-feira da semana passada, foi cometido por um grupo de jovens e motivado pela opção sexual do adolescente.
/
A parlamentar disse que o Brasil não pode mais "permitir esta barbárie" e pediu a seus pares a aprovação do projeto de lei da Câmara (PLC 122/06) que inclui na Lei da Criminalização do Racismo a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.
/
- Esse garoto teve muita coragem. Aos 14 anos de idade assumiu a sua orientação sexual e morreu por isso. E a nenhum cidadão deste país é dado o direito de tirar a vida de uma pessoa por conta da sua identidade de gênero ou da sua orientação sexual - afirmou a parlamentar.
/
Fátima Cleide lembrou que já houve avanços no país, como a criação do Dia Nacional de Combate à Homofobia. Mas relatou que o número de crimes de ódio contra essa comunidade ainda é assustador. De acordo com o Grupo Gay da Bahia, a cada dois dias uma pessoa é assassinada em razão da homofobia, informou a parlamentar, que é membro da Frente Parlamentar em Defesa da Criança e do Adolescente e coordenadora da Frente Parlamentar e da Cidadania LGVBT.
/
No mesmo pronunciamento, a parlamentar citou pesquisa realizada na Universidade de Brasília segundo a qual em 25 livros destinados ao ensino religioso no Brasil são encontrados elementos de discriminação contra religiões não cristãs e preconceito contra a orientação sexual e identidade de gênero. Segundo ela, alguns desses textos afirmam que ser gay é doença, embora o termo "homossexualismo" tenha sido retirado do catálogo de doenças da Organização Mundial de Saúde há 20 anos. A senadora pediu que o Ministério da Educação e a Secretaria Especial de Direitos Humanos tomem providências urgentes em relação a essas publicações.
/
A senadora Fátima Cleide merece aplausos de pé. É uma guerreira inabalável da causa LGBTs no Brasil. Ela tem sido nossa porta-voz no cenário político brasileiro.
/
A importância da Senadora Fátima Cleide é muito maior que se possa imaginar. Diria que equivale ou é até superior a Martha Suplicy há 16 anos atrás na Câmara de Deputados. Vocês podem imaginar QUANTOS VOTOS A SENADORA FÁTIMA CLEIDE pode deixar de obter em Roraima apenas por lutar pelos nossos direitos?
/
E não se trata de uma Senadora qualquer. Quem já a viu se pronunciar fica encantado com sua eloquência, sensatez e senso de justiça. É uma Senadora que cariocas, paulistas, mineiros e todos os demais cidadãos brasileiros GOSTARIAM e MERECERIAM ter em suas unidades da federação.
/
Toda desgraça ocorreu no Rio de Janeiro, em São Gonçalo, e não qualquer registro de manifestação do Senador do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella!
/
Por sua vez, Magno Malta se vale do mote da defesa das criancinhas fragéis e indefesas para sua projeção política pessoal. Onde estará Magno Malta?
/
Marcelo Crivella e Magno Malta, não por coincidência, são evangélicos e ardorosos combatentes que lutam contra a aprovação da PLC 122/2006 que pretende criminalizar a homofobia, mas como Pilatos, depois deste brutal assassinato motivado na homofobia, LAVAM AS MÃOS e SE CALAM.
/
Deus faça que eles enxerguem, nas mãos que lavam, o sangue deste menor de apenas 14 anos de idade, Alexandre Ivo, barbaramente assassinato.

4 comentários:

Diego Lima disse...

Cadê os evangélicos?

Lilly disse...

Ótimo testo, mas ela é de Rondônia e não Roraima.
RO = Rondonia; RR = Roraima.

Lívia Maria Corassa disse...

Só lembrando que ela era senadora (e agora candidata à prefeita) em RONDÔNIA e não RORAIMA.
Perdeu credibilidade por falta de pesquisa e conhecimento geográfico.

Anônimo disse...

SENADORA DOS GAYS, E NÃO DE
RONDÔNIA, NUNCA MAIS SE ELEGE, SE DEUS QUISER, E ELE QUER.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin