O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Dilma Rousseff é eleita Presidenta da Nação e faz suas primeiras declarações

Dilma faz seu primeiro discurso depois de eleita

Elegida a Presidenta da República, resultado da legítima manifestação democrática e vontade popular. DILMA é o cara!

Plagiando Obama, em seu discurso inaugural como presidente, Dilma lembrou: "Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhes dissessem: Sim, a mulher pode."

Sim, Dilma tem toda razão. No Brasil, felizmente, não há preconceito contra operários e mulheres. Eles podem, e a prova está aí, incontestável. Pena que não possamos dizer o mesmo em relação aos LGBTs.

Embora Dilma Rousseff não tenha se referido explicitamente aos homossexuais, seu primeiro discurso não deixou de lembrá-los, ainda que indiretamente, pois fez questão de reafirmar, logo no início, seus principais compromissos, dando destaque a liberdade de imprensa e liberdade religiosa e de culto, fazendo, como ela mesma afirmou, “registro” disto:

“Zelarei pela mais ampla liberdade religiosa e de culto.”
Ao seu lado, neste discurso inaugural, como se vê na foto acima, o seu aliado Senador Magno Malta, um dos políticos mais homofóbicos desta nação, aplaudia entusiasnadíssimo.

A referência na fala da Presidenta diz respeito ao seu compromisso com evangélicos de vetar no projeto de lei contra a homofobia qualquer dispositivo que criasse algum impacto aos religiosos que, segundo ela textualmente alegou numa coletiva em Teresina (PI), possuía excessos.

Portanto, sorria! Ninguém pode negar que a Presidenta eleita não lembrou em seu primeiro discurso dos homossexuais.

A Presidenta eleita, além de lembrar-se da mulher, religião e imprensa, também fez questão de falar naqueles que são, para ela, os necessitados de especiais tutelas de seu governo: “Disse na campanha que os mais necessitados, as crianças, os jovens, as pessoas com deficiência, o trabalhador desempregado, o idoso teriam toda minha atenção. Reafirmo aqui este compromisso”. Infelizmente, não podemos nem apelar e tentar, utilizando a livre interpretação dos religiosos a nosso respeito, nos inserirmos entre as pessoas “com deficiência”.

Agora temos uma presidenta eleita e tudo que os LGBTs não conseguiram nos últimos oito anos com um Presidente manifestamente favorável aos nossos direitos terão chances de obterem. em mais quatro anos, com a Presidenta Dilma, segundo a maior parte do Movimento Organizado LGBT. Ainda bem que Dilma já demostrou logo isto em seu discurso inaugural, aliás, resultado de todo um imenso trabalho deste mesmo Movimento.

Num período eleitoral que se confundiu tanto com religioso, a única coisa que posso sugerir e que todos tenham fé. Fé, irmão!

Particularmente, sob ótica da luta pelos direitos LGBTs, não possuía qualquer preferência entre os dois candidatos e o que me restava era mesmo torcer para que aquele que ganhasse me surpreendesse.

Óbvio que torcerei, de verdade, para que todos esses sinais elencados durante o período de campanha e agora no primeiro discurso de presidente eleita sejam apenas um pensar de alguém perseguido e equivocado. Se o equívoco for confirmado, certamente serei até mais feliz que todos os militantes petistas LGBTs, afinal, todos os ganhos serão agradáveis surpresas. Que elas venham!!!

Mas confesso, até pela aflitiva foto exposta e o registro religioso no discurso, ela - a surpresa - ainda não chegou.

De qualquer forma, não me resta outra alternativa senão torcer muito pela nova Presidenta Eleita e parabenizar aqueles que lutaram para que ela se elegesse. Dilma Rousseff está legitima e democraticamente eleita, agora é só ter e esperar.

25 comentários:

Ricardo Aguieiras disse...

Infelizmente, Carlos, não compartilho da sua "fé" e nem acredito em "torcer'. Perante os/as poderosos/as, dentro da História, quando foi que ter fé ou torcer funcionou?
Eu preferiria mesmo que o Movimento LGBT se tornasse mais acolhedor e próximo do que foi em seus primórdios, independente e indo para as ruas, um movimento que não esperasse mais nada nem de partidos e nem de presidentes, mas que se impusesse como uma alternativa no mundo contemporâneo. Mas, para isso, seria preciso autonomia.
O frágil argumento que partidaristas sempre usaram é que "como durante a ditadura militar os jovens foram proibidos de participarem de partidos, nada mais natural que agora...etc.etc.", o que acho uma bobagem, pois ao partido só interessa o partido, nunca anseios do que é considerado "minoria", minorias não dão votos em democracias. E são sempre tratadas com paternalismo e olhe lá...
Em tempo: já que a Dilma falou em "idosos' , o que ela fará pel@s idos@s LGBT's?
Abraços,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

Flávio Julio disse...

Prezado Carlos, gostaria de ter a mesma fé que você, no entanto, embora tenha muita, acho que meus pés estão muito fincados ao chão, após tantos acontecimentos. Minhas esperanças, embora pequenas, ainda encontram-se no STF, embora os últimos acontecimentos na mais alta corte do país tenham me decepcionado, pois os guardiões da constituição parecem ligar mais para seus egos inflados e estabilização de suas carreiras políticas.

guilherme disse...

1º)
No Brasil, 90 % da população se declara Cristã, e todo Cristão genuíno é contra o homossexualismo(prática), e não contra o homossexual(pessoa).No nosso país 25 % da população é evangélica,e todo evangélico genuíno é contra o homossexualismo(prática), e não contra o homossexual(pessoa).A mesma massa evangélica, tem uma grande influência na política desse país,é possível ver isso no crescimento da bancada evangélica no congresso,e agora com a eleição de Dilma.

guilherme disse...

2º)
Agora eu pergunto aos LGBTs : mesmo com toda essa influência, e apesar de discordamos da prática homossexual,quando tentamos impedir com Lei, e sob pena de punição, a manifestação e a prática homossexual de vocês ? quando tentamos barrar as paradas gays no Brasil ? quando impedimos vocês de discordarem de qualquer movimento religioso ? NUNCA !!!

guilherme disse...

3º)
E agora vem uma tal PL 122, que pretende pôr uma MORDAÇA na boca da sociedade,inclusive dos religiosos.Quem são os preconceituosos afinal ? Quem está discriminando na verdade ?

guilherme disse...

4º)
A PL 122, não é a lei contra a homofobia.É a lei do PRIVILÉGIO !
Podemos claramente interpretar a polêmica Lei assim : os homossexuais, poderão criticar e discordar de tudo e de todos.Mas,qualquer heterossexual que criticar ou discordar,ou até olhar diferente para um homossexual,e se isso for interpretado como preconceito,será PRESO !

guilherme disse...

5º)
Se ser livre para me expressar,criticar e discordar DEMOCRATICAMENTE é ser homofóbico,sinto lhe informar que grande parte do país é “homofóbico”,entendendo como homofobia A LIBERDADE,que vocês gays,querem ANULAR.

guilherme disse...

6º)
Os cristãos não reagiram com violência,diferente de vocês quando picharam cartazes religiosos no Rio,demonstrando assim o que realmente desejam como todos aqueles que se colocam no caminho de vocês : ANIQUILAR.

guilherme disse...

7º)
Nós usamos a DEMOCRACIA,o poder de cidadão,ou pensam vocês que não somos ? Agora já dá para perceber que os religiosos não são burros, e fundamentalistas que vivem “dando dinheiro a pastor”.

guilherme disse...

8º)
Para finalizar eu digo : não sou a favor da PRÁTICA homossexual,não acho normal,natural,e tenho o DIREITO GARANTIDO POR LEI de me manifestar CONTRA.Vocês não são nenhuma “casta superior”, que pode vim aqui CRITICAR prática religiosa,e não serem criticados.


Guilherme

Ricardo Aguieiras disse...

Guilherme, boa tarde!
Concordo TOTALMENTE que ninguém é obrigado a ACEITAR nada! Mas RESPEITAR, sim. Eu mesmo não aceito evangélicos fundamentalistas invadindo e impondo seus dogmas e seus preconceitos dentro das Câmaras; Congressos; Senado e até no Legislativo, como se quem não profere a mesma fé ou não cre, fosse obrigado. Seus dogmas devem ser seguidos dentro dos seus templos e igrejas, pelos seus fiéis e por quem acreditar, poisa senão é vilipendiar a Constituição, onde ela afirma que vivemos num Estado Laico, não num Estado Teocrático. Bem como acho que as igrejas, todas elas, devem pagar impostos que nem comércio, no Brasil, afinal, sabemos que dentro de seus templos a grana enorme de "dízimos" que não são dízimos mas chantagem declarada, rola solta.
senhor demonstrou total desconhecimento do que é a PL 122/2001, já explicada "!n" vezes, inclusive aqui, pelo dono deste blog conceituado, que é um grande advogado. Queremos uma Lei que criminalize a homofobia, equiparando-a ao racismo, da mesma maneira que o senhor não pode, dentro ou fora do seu templo, chamar nenhum negro de "macaco"; o senhor não poderá chamar homossexuais de "demônio" ou das coisas horríveis que o fascista Silas Malafaia e o igualmente fascista Magno Malta nos chama. Poderá , sim, e SOMENTE!!! dizer aos seus fiéis que somos "pecadores", desde que, nas ruas, nos respeite.
Devido ao machismo podre e ao patriarcalismo que impera em nosso país, o Brasil é, num trágico recorde, o país que mais mata homossexuais no mundo, comprovadamente e documentadamente por diversos organismos nacionais e internacionais. E os mata apenas por isso, pela homofobia, por que são homossexuais. Além do machismo, muito desse ódio é disseminado justamente pelas igrejas evangélicas fundamentalistas, como a que o senhor defende. Portanto, não se trata apenas de nos chamar de "pecadores", mas a grande maioria das igrejas evangélicas estimula, sim senhor, esses assassinatos. Portanto, eu pergunto; quem peca mais? Não me parece que Jesus tenha pregado, sob a desculpa que for, assassinatos, não??
Seus argumentos são raros. Não dá para discutir com evangélicos fundamentalistas, é sempre o mesmo chavão e ladainha, os senhores não são conhecidos pela criatividade, infelizmente.
E, independente de gente como o senhor, tão pobre em ideias e que desculpam convenientemente seu ódio e preconceito citando Jesus a torto e a direito, existem já, hoje, inúmeras igrejas cristãs inclusivas, que aceitam os homossexuais, respeitam , pregam o amor e ainda validam perante Jesus, Espirito Santo e Deus o amor homossexual. Por mais que existam seres como o senhor, não irão conseguir mudar esse quadro, tendencia mundial hoje. Pregue dentro de suas igrejas, fora, nas ruas, tereá que respeitar as Leis e não disseminar o ´[odio e nem o porco preconceito como fazem, sem parar. Adoram bodes expiatórios para crucificarem, como já fizeram muito com as mulheres. Mas deverão procurar outros, agora.
Obrigado!
Ricardo Aguieiras
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

Anônimo disse...

Se Dilma Roussef pender em algum momento para os lado dos gays, seja direta ou indiretamente, sofrerá ataques vis vindo de todos os lados, seja de católicos, seja de evangélicos.

No entanto, os mais afetados serão os políticos evangélicos que deram apoio à Dilma. Estes serão 'metralhados' continuamente e suas palavras jamais conseguirão sufocar suas atitudes.

A liderança cristã pró-Serra e pró-Marina não dará sossego a estes políticos que não terão outra opção senão pressionar a futura presidente a cumprir os acordos firmados.

Ricardo disse...

Tenho fé sim em Dilma Rousseff. Por toda sua história de vida, de esquerda, por seu mulher, tenho certeza que o dialogo acontecerá.

Marina é evangélica. Serra representa o que há de mais conservador nesse mundo.

Dilma jamais teria sido eleita se chocasse e virasse as costas para a maioria dos brasileiros que são religiosos e conservadores. Ela tem que governar para todos.

Flávio Julio disse...

Prezado Guilherme, não se trata de ser contra o que você e sua religião chama de pecado ou pecador, pois isso é afeto apenas à quem segue tal denominação. Como o Ricardo explicou, vivemos em um país democrático e não teocrático, logo querer impor as regras de sua bíblia aos demais membros da sociedade é um completo desrespeito aos Estado Democrático de Direito, onde a laicidade do Estado deveria hamonizar a diversidade religiosa e cultural que temos em um país como o Brasil.
Quanto ao PL 122/06, não se trata de uma "mordaça" como apelidaram. Trata-se de incluir os crimes resultantes de preconceito contra os homossexuais, no mesmo patamar dos outros crimes de preconceito, como o de raça, o sexual, cultural ou o de crença, entre outros. Por exemplo, se eu demito um funcionário, UNICA E EXCLUSIVAMENTE, por ser evangélico, ou outra religião, por ser negro, por ser mulher, por ser indígena eu respondo na lei 7.716/89, por preconceito, porque o homossexual deve ser tratado de forma diferente??? Por ele não pertencer a mesma religião que você ou por ele não seguir e aceitar seus dogmas???
A sua bíblia também não aceita as práticas da umbanda, a adoração dos santos católicos e condena diversas outras práticas religiosas, dae o que você pretende, fazer leis que excluam essas "abominações"??? Pense bem Guilherme, acredito que o que falta nas pessoas é conhecimento e respeito ao próximos. Você pode discordar das práticas alheias que forem, no entanto isso não pode deixar que o cegue a tal ponto que não perceba a infinidade de direitos que são negados aos homossexuais, por preconceito e imposição religiosa.

guilherme disse...

Ricardo Agueira,

Eu nunca vi tanta ignorância demonstrada de uma só vez!


Antes de mais nada,gostaria de lhe informar que sou graduando em Direito,não sei de tudo sobre lei,ninguém sabe.Mas, eu já passei da faze da ignorância jurídica,garanto.

guilherme disse...


Primeiramente, eu gostaria que me explicasse o argumento"Eu mesmo não aceito evangélicos fundamentalistas invadindo e impondo seus dogmas e seus preconceitos dentro das Câmaras; Congressos; Senado e até no Legislativo".
Pelo que eu saiba,o grupo que quer PRIVILÉGIOS através de Leis são vocês.Pois, resumindo novamente a PL 122 : todo mundo poderá ser criticado : Deus,presidente,padre,pastor,jornalista,ator;ou seja,toda a sociedade. Mas, se criticar ou se um gay sonhar que você discorda da PRÁTICA homossexual .... Cadeia !

guilherme disse...


O Estado é laico(e eu sou a favor).Mas, não é LAICISTA,assim como não é ANTI-GAY,pois se fosse,qualquer manifestação gay ou religiosa teria que ser proibida.

guilherme disse...


As igrejas funcionam como ONGs,por isso não pagam impostos,e em relação a “grana solta”,terá que provar !
E nós, não recebemos dinheiro do governo Federal como os grupos LGBTs.Fazemos nossos eventos como o nosso próprio dinheiro.

guilherme disse...


Não posso chamar um negro de “macaco”,pois a lei me garante a discordância da PRÁTICA, e não discriminação da PESSOA(coisas totalmente diferentes.Exemplo ridículo o seu).

guilherme disse...

6 º
O que isso significa : “Além do machismo, muito desse ódio é disseminado justamente pelas igrejas evangélicas fundamentalistas, como a que o senhor defende” ?
Pois os cristão DISCORDAM DAS PRÁTICAS : fumar,beber ...
Se disseminássemos ódio aos homossexuais,também deveríamos a todos os fumantes, e aqueles que bebem. Ridículo novamente !

guilherme disse...


Realmente,não dá para discutir com os evangélicos,é melhor colocar uma MORDAÇA NA BOCA NÉ ? Afinal, vocês querem “direitos” né,ou melhor, SUPER DIREITOS.

guilherme disse...

8 º
Ricardo,definitivamente,não tenho nada contra nenhum homossexual(pessoa).Conheço alguns,e minha relação com eles é sempre respeitosa e normal. Você pode discordar da minha PRÁTICA religiosa, e ainda assim conviver em paz comigo.
O problema da PL 122,e o texto é claro em relação a isso,é o fato dela PRIVILEGIAR UNS(LGBTs), em detrimento dos outros. Os cristãos não são contra a PL 122 por serem contra os homossexuais.Mas sim, pelo fato da lei CRIMINALIZAR a opinião e a manifestação religiosa .E isso é INCONSTITUCIONAL,diga-se de passagem.

Ricardo Aguieiras disse...

Guilherme,
Opinião é algo extremamente diferente de preconceito. Sua visão, nesse ponto, é caduca. Manifestação religiosa é algo diferente demais de crimes de ódio. Sua opinião nesse ponto é caduca. A PL122 criminaliza o preconceito e o crime de ódio. Não criminaliza "opinião" e nem "manifestação religiosa". Sua visão nesse ponto, é caduca.
Mas, vou ser como o senhor é, exatamente como o senhor é:
No Brasil não há- garantida pela Constituição, Liberdade religiosa?
Então, vou criar uma nova religião, da qual serei líder, e mudarei meu nome para Magno Mata.... sim, "MATA" mesmo...
Usando, como o senhor faz, a desculpa da "liberdade de opinião" e da "manifestação religiosa", eu vou, dentro da minha igreja e nos meus cultos, passar a chamar evangélicos de "pecadores" e condenar o evangelismo, intuir nos meus fiéis que evangélicos são a representação do mal e são imagens do demônio na Terra.
Igualmente como o senhor , gozarei e farei pouco da Carta Magna e do Estado Laico e elegeremos representantes da minha Igreja junto às Câmaras, Congressos e Senado, criando e impondo à toda a população brasileira os dogmas da minha religião, agora em forma de Lei, mesmo para os que não creem.
Condenaremos e criticaremos no Senado a PL666, apresentada pelos evangélicos em sua defesa, que equipara a evangelicofobia ao racismo e criminaliza a opinião que temos dessa coisa hedionda e satânica que é a o evangelismo. Já que nossa população é muito carente e crédula (fato que o senhor e seus adeptos se aproveitam muito...), logo, logo teremos inúmeros religiosos da minha congregação odiando evangélicos, que passarão a serem xingados nas ruas, surrados e mortos, o Brasil se tornará, comprovadamente, campeão mundial em assassinatos de evangélicos, que não terão como se defender, pois faremos loby nas casas legislativas do país. Pediremos e exigiremos dos nossos fiéis inúmeras doações e dízimos, sob ameaças e chantagens de, se não "derem" "espontaneamente", irem para o inferno, montaremos redes de tv, conseguidas em conchavo com o governo e aplicaremos a grana em paraísos fiscais. Tudo isso, sem parar de perseguir os evangélicos, claro. Usaremos muito a falácia e o eufemismo da "liberdade de expressão" para disseminar o nosso ódio. Tudo em nome de Jesus, pois está na palavra da minha igreja.
Espero que tenha gostado,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

guilherme disse...

Ricardo Aguieiras,

Já vi que você não tem intelecto suficiente para debater ideias,por isso cria tantas UTOPIAS baseadas em novelas da rede globo.

As suas “críticas” tomam sempre um ar CÔMICO,EXTREMISTA E RIDÍCULO,e no fundo,nada se aproveita.

Você não me causa fúria,ou coisa parecida,pelo contrário, me faz até rir com falácias sem contexto.

Enfim,continue assistindo malhação,tititi,passione e coisas do gênero.
Você irá longe amigo.longe ... longe ...

RICARDO AGUIEIRAS disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK... todo evangélico fundamentalista só sabe julgar, julgar e julgar, e fazer o inverso que falava Jesus, totalmente o inverso.
Não vejo novelas de tv, mas não pelos SEUS motivos, que são apenas moralistas e retrógrados, Guilherme. Mas pela minha própria cabeça, prefiro ler um bom livro e filme, ao contrário de você que fica babando em cima da bíblia - estragando o papel, tsk...tsk...) e só repetiu chavões, nada disse de novo aqui que o militante mais jovem do Movimento LGBT brasileiro ainda não tenham ouvido. E , pior, só sabe pregar o ódio e se movimenta pelo ódio. vide suas palavras... seu fanatismo o impede de ver além do ódio e do preconceito sujo que carrega na sua pseudoalma. pior, assina "Guilherme", mas esse perfil nem existe, outra forma banal de agir dos trolls fundamentalistas e limitados. Põe o nome completo, que nem eu faço e o próprio dono deste blog faz...
Ricardo Aguieiras
aguieiras2002@yahoo.com.br
http://dividindoatubaina.wordpress.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin