O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


quarta-feira, 28 de abril de 2010

Travestis aceitam se submeter a jogo ridículo e esperam Ronaldinho no Maracanã para pura provocação!

/
Algumas Travestis alimentam o preconceito, como se já fosse pouco!

No site Globo.com foi noticiado que "por um valor de R$ 30 cada, seis travestis foram contratados por um torcedor do Flamengo para recepcionar o atacante Ronaldo na chegada do ônibus do Corinthians ao Maracanã. Declarados fãs do fenômeno, eles foram orientados pela Policia Militar para não entrarem no estádio para evitar possíveis tumultos antes do início da partida."

Ridículo, abominável e detestável qualquer LGBT que se deixa usar para promover o preconceito e a discriminação contra os próprios.

A primeira palavra que me vem a mente é JUDAS, já que estão, por interesses próprios, se voltando contra o coletivo.

Dou um desconto, mas não livro a cara.

O desconto que dou é evidente. Quero acreditar que as seis travestis que se submeteram ao instrumento de fomento a discriminação fizeram isto por necessidade. E sei, porque já ouvi a maravilhosa Majorie esclarecendo, o quanto muito delas se submetem a determinadas situações porque precisam mesmo ganhar a vida para subsistir, já que emprego é algo ainda extremamente difícil para muitas conseguirem numa sociedade tão preconceituosa. Mas, neste caso, confesso que tenho minhas dúvidas se realmente foi ABSOLUTA necessidade ou apenas aproveitaram o ensejo para dar pinta e terem os quinze minutos de fama, em detrimento de todas as demais travestis e transexuais.

Majorie, Presidente da Associação das Travestis e Transexuais do estado do Rio de Janeiro, mesmo antes do jogo ocorrer publicou nota avisando que sua associação era absolutamente contrária a esta prática e quem aceitasse não estaria atuando em nome de todas. A razão é simples e óbvia: provocado um time grande como Corinthians serão todas as travestis e transexuais que estão nas ruas em São Paulo que sofrerão as consequencias dessas seis irresponsáveis.

Mas não só as transexuais e travestis de São Paulo. Aquelas daqui mesmo do RJ e do resto do Brasil podem encontrar homofóbicos que, à título de empatia ou solidariedade ao jogador Ronaldo, utilizem esse fato para agredi-las ou insuflar que outros ataquem a elas. É pouco ligar para o coletivo, e o pior de tudo, para ser instrumento por flamenguistas que desejam evidenciá-las como pessoas repudiáveis, afinal a manifesta intenção é provocar o Ronaldo, negativamente.

Isto me faz lembrar artistas homossexuais caricatas que utilizam a figura do gay masculino afetado ou a mulher com traços masculinos mais forte apenas para servirem de chacota e fazer os demais rirem. São atos inescrupolosos como estes que alimentam o imaginário da sociedade que somos cidadãos de quinta categoria, risíveis.

Não se trata, portanto, de algo que ocorra só com travestis, mas em todas as letrinhas. Não cabe me juntar a estas seis travestis, fazendo aqui o que elas fizeram no Maracanã, fomentando preconceito a quem já sofre tanta discriminação.

E que justiça seja feita. Como já disse, a Associação das Travestis e Transexuais do estado do Rio de Janeiro, antes mesmo da confirmação do fato, já havia divulgado a nota que abaixo transcrevo, inclusive, esclarecendo que estava sendo assediada para este mesmo fim por um torcedor flamenguista, e evidente, não foi aceito:
"Queridos Leitores(as),

A notícia postada abaixo é um assunto que eu protelei muito em tornar público, desde o fim de 2009 a ASTRA RIO vem sendo insistentemente contactada por uma pessoa que me ligava indentificando-se como ERNANI, supostamente representante ou membro de uma torcida organizada do Flamengo para uma contratação de algumas Travestis para o que ele chamava e pegadinha com o Jogador Ronaldo do Corinthias.

A ASTRA RIO esclarece públicamente que não participa deste suposto episódio e desaprova a participação de Travestis e Transexuais ou qualquer outra pessoa nesta ação por ser uma instituição que prega o respeito ao ser humano e por entender que esta ação é incabível e repulsiva.

Espero realmente que as companheiras Travestis e Transexuais convidadas reflitam e decidam declinar deste sórdido convite que expõe e ridiculariza não só o Jogador em questão que tem família por um assunto superado e expõe ainda mais as Travestis e Transexuais brasileiras, considerando que o achincalho preparado para Ronaldo é fundamentado no desprezo que significativa parcela da sociedade tem por nós.

Portanto não posso afirmar se realmente teremos a presença de Travestis no Jogo , mais caso isso ocorra é com total desaprovação das Travestis e Transexuais deste Estado, este post não objetiva e nem vai voltar ao caso ocorrido com o jogador das Travestis, o qual a ASTRA RIO tem notas públicas da época publicada na net.

Voltamos a afirmar a crença desta instituição na construção do projeto de uma sociedade mais justa e igualitária sobre os alicerces do respeito mutuo entre os seres.

SE LIGUEM MENINAS NÃO SE PERMITAM SEREM USADAS NESTE JOGO DO DESRESPEITO e reflitam no que isso pode gerar!

Já pensaram na situação das companheiras Travestis e Transexuais que ganham a vida nas ruas da cidade de São Paulo após esta provocação que será atribuida a todas nós. Imaginem nossas irmãs sendo espancadas agredidas e hostilizadas ainda mais por uma inconsequência de um grupo em busca de projeção. Embora eu seja Flamenguista acredito que este não é o correto.

Majorie Marchi
Presidente ASTRA RIO"
Gostaria que a projeção das travestis fosse esta bela Nota da ASTRA RIO e não a atitude destas seis "Ronaldetes". Mas o que fazer?
/

4 comentários:

Osias disse...

Judas? Acho que quem contratou pensou nisso, porque ofereceu trinta reais! :D

Pólux disse...

Acho que não dá para culpar essas pobres pessoas. Elas não tem direito a educação, que seria nesse caso, o que impediria tal atidude. Pessoas sem educação básica estão sujeitas a esse tipo de menipulação, uma pena.

Anônimo disse...

É querido,
Parece que pagar MICO e EVIDENCIAR o preconceito CONSIGO PRÓPRIO, o que é muito pior... não preocupa ALGUNS travestis!
Lamentável! Mas em todas as áreas, sexuais ou não... tem sempre gente a fim de NOTORIEDADE!
Beijo e vamos nos ver no fim de semana?
Cristina

Carlos Alexandre Neves Lima disse...

Osias, realmente, trinta moedas seriam suficientes...rs

Pólux, concordo integralmente contigo. Acho que a educação e cultura são a base para qualquer formação. Tudo mais fica prejudicado. Eu mesmo, pensei e repensei se iria expor a minha opinião sobre o assunto, pois poderia alimentar o preconceito contra as travestis. Mas tentei escrever distinguindo elas das outras. É que mesmo dando um desconto, não dava para isentá-las, ainda que suas necessidades fossem prioritárias. Nem mesmo falta de informação supera o fato delas desejarem aparecer, seja a que custo for, inclusive em prejuízo das demais travestis. Além disto, senso de integridade, justiça, honra, independe de graduação escolar.

Pois é Cristina, você acaba de fechar o ponto. Não se trata de algo errado porque eram travestis, mas pelo o que estas travestis fizeram, em detrimento delas mesmo e das demais, por pura vaidade e notoriedade.

Beijos
CA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin