O presente blog se propõe a reflexão sobre os Direitos Humanos nas suas mais diversas manifestações e algumas amenidades.


sábado, 24 de abril de 2010

Universitários da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, impunementes, reproduzem a homofobia que homossexuais sofrem em nossa sociedade




Os jornalistas, Juliana Cardilli e Kleber Tomaz, do G1 SP (site do Globo.com), publicaram ontem matéria denunciando que o Jornal de alunos de farmácia da USP pede para jogar fezes em gays e, em troca, periódico dá convite para festa. Óbvio que os autores não foram localizados.

Texto extraído de "O Parasita" de abril e maio deste ano:


"Lançe-merdas e Brega será na Faixa - Ultimamente nossa gloriosa faculdade vem sendo palco de cenas totalmente inadmissíveis. Ano passado, tivemos o famoso episódio em que 2 viadinhos trocaram beijos em uma festa no porão de med. Como se já não bastasse, um deles trajava uma camiseta da Atlética. Porra, manchar o nome de uma instituição da nossa faculdade em teritório dos medicus não pode ser tolerado. Na última festa dos bixos, os mesmos viadinhos citados acima, aprontaram uma pior ainda. Os seres se trancaram em uma cabine do banheiro, enquanto se ouviam dizeres do tipo "Aí, tira a mão daí." Se as coisas continuarem assim, nossa faculdade vai virar uma ECA. Para retornar a ordem na nossa querida Farmácia, O Parasita lança um desafio, jogue merda em um viado, que você receberá, totalmente grátis, um convite de luxo para a Festa Brega 2010. Contamos com a colaboração de todos. Joãozinho Zé-Ruela"



Vocês tem noção do isto representa?
/
CONVOCAR TODOS A JOGAREM MERDA NOS VIADOS SOB PROMESSA DE PAGA COM INGRESSOS PARA FESTA?
/
Isto é resultado de algo que sempre existiu, o preconceito, associado a promoção nacional da homofobia, recentíssima, veiculado no Big Brother Brasil 10, através do premiado Marcelo Dourado, defendido pela "Máfia Dourada" e por pessoas como Glória Perez, Bial e tantas outras celebridades.
/
Quais destas "celebridades" virá falar do DIREITO A DIGNIDADE dos homossexuais?

O Projeto de Lei da Câmara 122/2006 que criminaliza a homofobia continua sendo ATACADO pelos Senadores evangélicos Marcelo Crivella e Magno Malta, os quais encabeçam no Senado Federal artimanhas regimentais para IMPEDIR a votação do aludido projeto.

Se a proposta do tal jornal da USP fosse para jogar merda em cada EVANGÉLICO?

"A mais alta Corte brasileira, o Supremo Tribunal Federal, já decidiu que a discriminação religiosa é uma espécie de prática de racismo. Isto significa que o crime de discriminação religiosa é inafiançável (o acusado não pode pagar fiança para responder em liberdade) e imprescritível (o acusado pode ser punido a qualquer tempo). A pena para o crime de discriminação religiosa pode chegar a 5 anos de reclusão." 1

Se a proposta fosse para jogar merda em NEGROS?

Na forma da Lei nº 9.459, de 13 de maio de 1997, igualmente poderá o preconceituoso uma pena que pode chegar a três ou cinco anos de reclusão.

O mesmo ocorre com alguém que faça algo parecido contra os judeus.

Para o CONGRESSO NACIONAL, em especial, o Senado Federal, encabeçado pelos Senadores Evangélicos, a música do Chico Buarque de Holanda tá valendo para HOMOSSEXUAIS:
Joga merda na Geni
Joga bosta na Geni
Ela é feita pra apanhar
Ela é boa de cuspir
Maldita Geni!
Constrangedoramente, a representante do Poder Judiciário que veio se manifestar foi a Defensoria Pública, e esclareceu que providências estavam sendo tomadas junto a polícia, pois o autor de tal ato poderia responder com MULTA. Ah, se fossem religiosos, negros ou qualquer outro cidadão que não fosse de 'quinta', como os homossexuais, a resposta seria PRISÃO.
/
A Delegada de Polícia, Margarette, informou que abrirá inquérito por incitação a crime, mas aduziu: “não vou investigar se eles cometeram homofobia porque homofobia não é crime".
/
A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) fez Nota de Repúdio ao incentivo à homofobia na USP, que em parte se reproduz:
"...
O episódio serve de exemplo para demonstrar que a falta de uma lei federal que criminalize a homofobia gera a violência vivenciada diariamente pela comunidade LGBT. Em vez de terem seus direitos protegidos, as pessoas LGBT são vítimas da impunidade. Basta considerar o que teriam sido as consequências se o objeto da matéria do “Parasita” tivessem sido os negros, por exemplo. Neste caso, as disposições punitivas da lei já estariam sendo cumpridas.

A ABGLT espera que parlamentares federais comprometidos/as com a paz, com a democracia, com o respeito à diversidade humana e à dignidade das pessoas, façam a sua parte, aprovando o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 122/2006 que, entre outras formas de discriminação, pune a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.

Estes são motivos pelos quais a ABGLT está promovendo a 1ª Marcha Nacional contra a Homofobia, que terá sua concentração a partir das 9 horas do dia 19 de maio de 2010, na Esplanada dos Ministérios em Brasília - DF, com a presença de militantes LGBT e aliados/as vindos/as em caravana de todas as 27 unidades de federação.

..."
Se o cidadão LGBT não se conscientizar e tomar uma atitude, NADA MODIFICARÁ. Atitude gente!

Quem puder que compareça a Marcha, para quem não for possível, faça uma ligação GRATUITA para o Senado Federal - 0800 612211 - pedindo para que seja aprovada o PLC 122/2006 que criminaliza a homofobia, se preferir não ligar, entre no site do Senado Federal e deixe lá sua opinião ou reclame seus direitos http://www.senado.gov.br/sf/senado/centralderelacionamento/sepop/?page=alo_sugestoes&area=alosenado .

Não fique indiferente a tais omissões do Governo e nem aceite passivamente tais agressões aos LGBTs. Você é um cidadão, ainda que o governo o trate como de quinta categoria.
/
A criminalização da homofobia é o ÚNICO REMÉDIO que serveria para estes universitários do curso de FARMÁCIA!

4 comentários:

Gus disse...

Pior de tudo é que geralmente essas coisas acontecem em faculdades, onde as pessoas deveriam aprender... pior ainda, faculdade de medicina...que tipo de médicos teremos então que não aprendem o princípio básico do respeito à vida.
Belo post Carlos... farei minha parte.
Abs

Anônimo disse...

Antigamente a USP formava os melhores profissionais, hoje ensinam isso?

Anônimo disse...

Querido,
uma VERGONHA esta USP!
E pensar que dali deveriam sair os melhores médicos e as melhores CABEÇAS!
É de um absurdo que me dá enjôo, fora o MAU gosto!
Adorei o teu post!
Joga bosta na GENI!
A Geni era uma prostituta...
E quem são estes que pensam que com tal atitude vão chegar a algum lugar...
E que lugar?
No mínimo um espaço retrógrado, velho, do século retrasado e sem o menor espaço nos nossos dias.
Terão se formado na USP, o Dourado e todos aqueles que de alguma forma sugerem a possibilidade de que isto possa ainda ser possível? Em pleno século XXI?
É mesmo inacreditável!
SOCORRO!
Minha mãe agradece e te manda beijos!
Beijo
Cristina BR

Pólux disse...

O mais engraçado é que nessas horas somos considerados de quinta "catiguria" mesmo, mas na hora de pagar impostos somos de primeiríssima qualidade. Vai vendo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin